Rinoplastia: Qual a anestesia utilizada?

o-nariz-femea-antes-e-depois-da-cirurgia-estetica-ou-retoca

Pelo seu alto potencial embelezador, a Rinoplastia figura sempre entre os procedimentos mais procurados na área estética. Uma das maiores dúvidas das pessoas que sonham em realizar uma cirurgia plástica diz respeito à anestesia, para a Rinoplastia isso não é diferente.

Nesse texto vamos explicar sobre a anestesia para a cirurgia de Rinoplastia, se você se interessa por essa cirurgia plástica, leia e entenda mais!

Leia Mais: Rinoplastia tem potencial de embelezar e melhorar a face

Qual a importância da anestesia na cirurgia plástica?

Muitas pessoas almejam realizar uma cirurgia plástica, mas temem a anestesia, esse é um receio bem comum. Vamos lhe explicar mais sobre a anestesia e como ela é fundamental para sua segurança durante o procedimento.

A anestesia para a cirurgia estética é imprescindível para assegurar não somente a saúde da pessoa que está se submetendo ao procedimento, mas para amparar o cirurgião plástico.

Segundo informações do site da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), com o paciente devidamente sedado, o profissional pode realizar todas as técnicas e intervenções necessárias, de forma mais precisa, para obter o melhor resultado.

Por meio da medicação anestésica é possível momentaneamente impedir os estímulos enviados ao nosso cérebro, graças a isso o paciente não sente incômodos ou dor. Mesmo que o procedimento tenha caráter mais invasivo e a extensão das alterações necessárias seja maior, a anestesia também se mostra eficaz.

Os anestésicos também podem realizar o bloqueio dos músculos, evitando qualquer movimentação que possa colocar a cirurgia em risco. Outro efeito benéfico é que o paciente não se recorda do procedimento, o que não traz lembranças que possam tornar esse momento negativo de alguma forma.

Além da escolha de um excelente cirurgião plástico, com especialidade no procedimento e experiência em sua realização, a escolha do hospital e da equipe médica de apoio também é imprescindível. O médico Anestesiologista é responsável por aplicar a anestesia e monitorar o paciente durante toda a cirurgia.

Manter a respiração do paciente sob controle enquanto está sedado, acompanhar a pressão arterial e medicar para evitar a dor no fim do procedimento são algumas das importantes atribuições do Anestesiologista.

Qual a anestesia mais indicada para a cirurgia de Rinoplastia?

Geralmente a indicação da anestesia para a Rinoplastia é feita considerando o tempo cirúrgico, qual a extensão da intervenção necessária na cirurgia e qual a região do nariz será acessada. As expectativas do paciente também são consideradas para que ele fique bem tranquilo durante o procedimento.

Após a consulta, o próximo passo é o paciente realizar exames bem completos que demonstrem seu estado de saúde, a cirurgia de Rinoplastia só será realizada se os resultados forem favoráveis. A associação com outros procedimentos também é um fator a ser ponderado, por exemplo, associação com a correção funcional.

Leia Mais: Anestesia para Rinoplastia

Muitas pessoas desejam aliar os incríveis benefícios estéticos proporcionados pela Rinoplastia com a resolução das queixas como desvio de septo e hipertrofia de cornetos. Essas condições podem ser muito incômodas e prejudicar a respiração e qualidade de vida, portanto requerem intervenção cirúrgica em casos mais graves.

A comprovação de quadros funcionais e da sua gravidade também é feita por exames, além da avaliação clínica do cirurgião plástico, por exames de imagem, como a tomografia computadorizada dos seios da face. No caso de associação com outros procedimentos, o tempo cirúrgico aumenta, sendo necessária anestesia geral.

Além do quadro funcional, a Rinoplastia é uma cirurgia coringa no quesito associação. É frequentemente combinada a Blefaroplastia, Lipoaspiração de pescoço, Lifting facial, Lipoaspiração corporal, Otoplastia, entre outras cirurgias estéticas. Seu tempo cirúrgico é considerado seguro, por volta de duas horas a duas horas e meia.

A anestesia local com leve sedação também é muito eficiente,  indicada para casos em que as modificações necessárias serão bem pequenas. Enquanto a medicação anestésica é aplicada na região do corpo onde ocorrerá a cirurgia, o paciente também vai lentamente sendo induzido para o sono com o sedativo.

Esse tipo de anestesia pode ser aplicado em cirurgias menores como Blefaroplastia, Lipoaspirações de pequeno porte ou no caso da Rinoplastia, quando a intervenção se localizar somente na pele e cartilagens e não no osso nasal.

O critério de segurança dos anestesistas e dos cirurgiões plásticos responsáveis quando é necessário realizar alterações na parte óssea, necessitando raspar o dorso ósseo ou acessar a base da pirâmide nasal é a anestesia geral. Ela proporciona maior segurança e controle das vias aéreas superiores do paciente, garantindo uma cirurgia tranquila e sem intercorrências.

O Dr. Iran Sanches é titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e possui experiência de 30 anos em cirurgia plástica. Especialista em rinoplastia, cirurgia facial e cirurgia corporal, mas principalmente o Dr. Iran é especialista em elevar a autoestima dos pacientes.

Esse tópico o ajudou? Alguma dúvida adicional? Entre em contato com nossa equipe e agende um horário, estamos à sua disposição!

 Dr. Iran Sanches

Dr. Iran Sanches

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica

 Dr. Iran Sanches

Dr. Iran Sanches

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica

Dr. Iran Sanches - CRM – 64705 | Cirurgia Geral RQE – nº 13043 | Cirurgia Plastica RQE – nº 13401

Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.

Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.

Saiba Mais
Facebook
LinkedIn

Siga-nos nos Instagram:

foto doutor iran sanches operando

Preencha os campos abaixo e entraremos em contato o mais breve possível.

Esse site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Clique em "Continuar" para aceitar e avançar.

Abrir Chat
Fale com o Dr. Iran Sanches
Olá! Como podemos te ajudar?