Quanto tempo o nariz demora para desinchar depois de uma rinoplastia?

Tempo de leitura: 3 minutos

Os pacientes que irão se submeter a uma cirurgia para corrigir o nariz costumam ter como uma de suas grandes preocupações a questão do inchaço. Se você se interessa pela rinoplastia e essa também é uma das suas dúvidas, confira o texto!

A cirurgia de rinoplastia é uma das cirurgias estéticas mais realizadas, tanto no público masculino como feminino, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Por ser um procedimento bem difundido e com resultados muito satisfatórios para a aparência e autoestima, muitos almejam se submeter a ele. 

Uma das dúvidas mais frequentes dos pacientes sobre o pós-operatório de rinoplastia se refere ao inchaço e ao tempo que ele irá durar.

A rinoplastia não é considerada uma cirurgia de risco, sua realização leva em média três horas. É possível observar mudanças no nariz logo na primeira semana após a retirada do curativo, mas ao longo primeiro mês esse resultado é mais notório.

O recomendado é que o paciente siga com cuidado e atenção todas as orientações passadas pelo cirurgião plástico especialista em rinoplastia, para assegurar mais rapidez e eficiência nos resultados da cirurgia.

E se você estiver se perguntando, qual a causa desse inchaço após a rinoplastia, podemos te mostrar algumas razões, dentre elas:

– grande sensibilidade do nariz e graças a isso a cicatrização é um pouco mais demorada;

– o inchaço (edema) leva mais tempo para ser reabsorvido;

– apesar de não oferecer grandes riscos, a rinoplastia é uma cirurgia delicada e que altera toda a estrutura interna do nariz;

No pós-operatório de rinoplastia o paciente pode observar que esse inchaço passa por algumas fases, esse é um processo totalmente normal devido à resposta do nosso corpo após a intervenção cirúrgica.

Durante as primeiras 72 horas o inchaço diminui bastante, na primeira semana é retirado o curativo e também é possível notar redução do edema.

Nas próximas semanas e primeiros meses o paciente retorna a sua rotina de costume e o inchaço vai se tornando cada dia menos perceptível, tanto para ele mesmo como para outras pessoas.

Em seis meses praticamente todo o inchaço já desapareceu e a nova aparência do nariz se forma. Mesmo com a percepção de excelentes resultados o paciente não deve descuidar das recomendações do cirurgião plástico.

Lembramos que o resultado final de uma rinoplastia só pode ser contemplado um ano depois de sua realização.

Porém algumas dicas podem ser bem úteis para acelerar esse processo de recuperação e desinchar o nariz mais rapidamente.

Como já citamos, seguir orientações do cirurgião plástico que realizou o procedimento é a mais importante, mas também buscar ter bons hábitos alimentares e repouso na primeira semana ajuda bastante.

Evitar atividades físicas e qualquer esforço, bem como sol e mormaço pelo período de mais ou menos dois meses. Procure evitar também deixar a cabeça abaixada, até mesmo para dormir busque uma posição elevada e confortável. 

Técnicas que também ajudam são aplicações de compressas geladas e drenagem linfática no local. Ao trocar o curativo ou mesmo tocá-lo esteja sempre com as mãos higienizadas.

Lavar constantemente o nariz com soro fisiológico e tomar algum anti-inflamatório prescrito pelo seu médico também podem ser bons aliados na redução do edema e cicatrização do nariz.

O Dr. Iran Sanches é especialista em rinoplastia, com experiência de muitos anos em cirurgia plástica e foco em rinoplastia.

Esse tópico o ajudou? Alguma dúvida adicional?

Entre em contato com nossa equipe e agende um horário, estamos à sua disposição!

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.