Conheça a Rinoplastia Preservadora!

Tempo de leitura: 2 minutos

O nariz pode apresentar traços que incomodam o paciente, seja as asas do nariz muito abertas (as faces laterais do nariz), ponta caída, giba nasal muito saliente (aquele ossinho na parte central do nariz), nariz desproporcional ao rosto ou assimétrico.

Com o intuito de proporcionar harmonização dos traços do rosto e melhoria da autoestima, a cirurgia de rinoplastia figura entre as mais solicitadas atualmente. Existem algumas técnicas para a realização dessa cirurgia, entre elas está a rinoplastia preservadora.

Mas o que é rinoplastia preservadora?

Esse método cirúrgico tem como principal atribuição a rapidez na recuperação do paciente no pós-operatório. A razão para isso é que essa técnica preserva estruturas nasais comomúsculos, ligamentos e tecidos.

A 2 tem caráter menos invasivo que a rinoplastia aberta estruturada, por exemplo. Busca manter os resultados de forma mais natural, por meio da menor quantidade presumível de traumas cirúrgicos.

Como se dá a realização da rinoplastia preservadora?

Como a rinoplastia convencial, a preservadora também ocorre em hospital com presença de anestesista (em geral com anestesia geral, a forma mais segura para a realização da rinoplastia).

As diferenças entre elas estão no modo como o médico cirurgião irá conduzir o procedimento, geralmente através da técnica de rinoplastia fechada (a que não há incisão na columela, ou seja, base do nariz). A incisão é feita de modo meticuloso, essencial para a preservação dos vasos sanguíneos, o que consequentemente irá diminuir o sangramento na região. Assim, isso facilitará o pós-operatório e toda a recuperação. Caso seja necessária uma rinoplastia secundária a preservação das estruturas nasais promove rapidez e pouca complexidade nessa cirurgia.

O pós-operatório da rinoplastia preservadora é diferente?

O período de uma a duas semanas é recomendado que o paciente mantenha o curativo, com ou sem retirada de pontos, o que vai depender de cada caso. Comparecer as consultas de retorno pós-operatório é essencial nesse período para que o médico acompanhe a evolução da recuperação, assim como seguir todas as orientações médicas.

O paciente submetido a rinoplastia preservadora apresenta menor edema (inchaço) e hematomas, sensação desconfortável reduzida, menos dor no pós-operatório e também menores chances de complicações. O nariz também desincha mais rapidamente, tornando-se menos endurecido. O tempo de recuperação se mostra como um grande diferencial dessa técnica cirúrgica, pois é menor o período de repouso, propiciando ao paciente um retorno mais rápido a suas atividades normais.

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.