Conheça a cirurgia de rinoplastia

Tempo de leitura: 4 minutos

Você está insatisfeito (a) com a estética do seu nariz ou deseja realizar alguma alteração no nariz por outro motivo? Hoje vamos trazer algumas informações importantes sobre a cirurgia de rinoplastia que podem lhe ajudar nesse processo de busca por procedimentos.

Através da cirurgia de rinoplastia o cirurgião plástico consegue corrigir insatisfações estéticas que o paciente tenha em relação ao nariz, mas também pode melhorar a questão funcional com ganho em qualidade respiratória.

Essas são as duas funções principais da rinoplastia e para o entendimento desse processo, faremos a diferenciação de ambas a seguir, confira!

Rinoplastia funcional

O que seria a rinoplastia funcional? Essa cirurgia é indicada quando os pacientes têm queixas respiratórias, condições que afetem sua qualidade de vida. 

Os casos mais comuns são desvio de septo (quando o procedimento se propõe a corrigir esse aspecto ela se chama rinosseptoplastia) e carne esponjosa, também conhecida como hipertrofia dos cornetos.

Muitas vezes esses casos necessitam de atuação ao conjunto com um otorrinolaringologista.

 Juntamente com o cirurgião plástico cuidarão do paciente desde análise dos exames, como a tomografia dos seios da face para comprovar o problema funcional até a cirurgia que pode ser realizada em conjunto com a parte estética.

Rinoplastia estética

Um dos grandes e sonhados benefícios da rinoplastia é a melhoria na aparência ressaltando a beleza dos traços e trazendo harmonia ao rosto.

O cirurgião plástico especialista em rinoplastia com longa experiência pode proporcionar ao paciente por meio dessa cirurgia desde a redução das asas nasais e melhoria na aparência da área entre as narinas, chamada de columela, até reduzir ou aumentar o tamanho do nariz e a forma com a ponta se projeta.

Como se dá a realização da cirurgia de rinoplastia?

O paciente será avaliado pelo cirurgião plástico em consulta do ponto de vista anatômico, pesando o desejo do paciente e se por meio das técnicas de rinoplastia poderá chegar ao resultado solicitado.

É muito importante esclarecer que essas expectativas devem ser alinhadas de modo racional e realista.

Após o momento inicial de consulta e avaliação o paciente irá realizar exames para que seja analisado seu quadro de saúde a fim de preparar-se para o procedimento cirúrgico. Geralmente são solicitados exames de sangue e eletrocardiograma.

O tempo médio de realização da rinoplastia é de duas horas. Pode ser feita com anestesia geral ou anestesia local com sedação.

A anestesia geral para casos em que o cirurgião plástico irá abordar a parte óssea é mais indicada e bem mais segura para o paciente.

Com a anestesia geral, o anestesista conseguirá controlar melhor as vias aéreas, protegendo-as e evitando que haja deglutição de sangue pelo paciente e complicações respiratórias.

A anestesia local, embora pouco utilizada, tem indicação para casos em que serão alteradas em cirurgia somente ponta ou asas nasais.

Quais os cuidados no pós-operatório de rinoplastia?

Durante mais ou menos um mês após a cirurgia, o paciente já consegue perceber mudanças expressivas no nariz. 

No entanto o resultado final pode levar vários meses, até um ano para que essas mudanças ocorram totalmente.

O paciente pode apresentar ao longo dos primeiros dias edemas (manchas arroxeadas) e inchaço, isso é totalmente normal após interferência cirúrgica, principalmente em cirurgias onde a parte óssea foi acessada e houve alguma fratura.

 O pós-operatório de rinoplastia é bem tranquilo, mas mesmo que não haja dor, nessa primeira semana o paciente deve manter repouso.

Os cuidados recomendados pelo cirurgião plástico não devem ser ignorados. Evitar o uso de óculos, prática de atividade física de impacto, exposição ao sol por mais ou menos dois meses são fatores muito importantes para a boa recuperação.

O sol e o calor podem fazer o nariz inchar, comprometendo o resultado da cirurgia e atrasando assim a visualização da forma final desejada do nariz.

Todas essas orientações são bem esclarecidas em consulta e durante os retornos após a cirurgia. Comparecer nas datas corretas para acompanhamento com o cirurgião plástico que realizou o procedimento é extremamente crucial para excelência do procedimento e satisfação do paciente com a rinoplastia.

Existe idade limite para a rinoplastia?

A cirurgia de rinoplastia pode ser feita a partir dos 15 anos de idade em meninas e a partir dos 16 anos em meninos. As mulheres costumam ter desenvolvimento ósseo mais rápido que os homens.

Não há, no entanto idade limite, a rinoplastia pode ser feita desde a adolescência até a terceira idade, desde que haja interesse do paciente e indicação do cirurgião plástico.

Agora você já conhece mais sobre a cirurgia de rinoplastia. Seu grande ganho com certeza além da beleza está no bem estar, na autoestima renovada e na autoconfiança!

O Dr. Iran Sanches é especialista em rinoplastia, com experiência de muitos anos em cirurgia plástica e foco em rinoplastia.

Esse tópico o ajudou? Alguma dúvida adicional?

Entre em contato com nossa equipe e agende um horário, estamos à sua disposição!

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.