A Cirurgia de Rinoplastia traz melhoras na respiração?

Tempo de leitura: 2 minutos

Apesar de ter forte cunho estético, a rinoplastia pode ser feita com outros fins. Essa operação pode ser feita também para corrigir anomalias funcionais, como o desvio do septo. A rinoplastia também visa melhorar as condições respiratórias do paciente quando essas condições são incertas no nariz original! Inclusive, uma parcela considerável dos pacientes que se submetem a rinoplastia fazem procedimentos de correção de anomalias junto com a questão estética.

Rinoplastia: no que essa cirurgia pode auxiliar?

Apesar de grande parte dos pacientes que se submetem a cirurgia de rinoplastia fazerem essa cirurgia motivados pela questão estética, a rinoplastia também pode atuar remodelando algumas partes das vias nasais permitindo uma respiração melhor. Inclusive, quase todas as pessoas possuem determinada porcentagem de desvio de septo, e em uma cirurgia como essa, podem se curar dessa questão. Entenda mais sobre os benefícios na respiração gerados pela rinoplastia:

Muito mais que um procedimento estético

Além do desvio de septo que pode ser corrigido na cirurgia, existem outras alterações na função do nariz que não estão relacionadas ao seu formato, mas podem ser corrigidas durante o procedimento, como o alargamento dos cornetos conhecido como carne esponjosa ou a presença de pólipos. Dessa forma, percebemos que a rinoplastia é uma ferramenta muito importante para aumentar a autoestima do paciente, assim como sua respiração.

Além de melhorar a harmonia do rosto, pode restaurar algo essencial à vida: a respiração. A rinoplastia é muito mais do que uma ferramenta para salvar sua autoestima. É uma oportunidade de melhorar a qualidade de vida.

Casos reconstrutivos

Também há casos de reconstrução, quando o paciente já sofreu algum tipo de acidente, possui algum defeito genético, entre outros. A rinoplastia também pode ser feita para retirada de tumores ou mesmo correção estética por procedimento realizado incorretamente ou que não trouxe o resultado esperado. As indicações de cirurgia para pessoas que já se submeteram a rinoplastia são para pessoas com dificuldade respiratória ou alterações estéticas no nariz, por exemplo, curvatura nasal.

Quando se trata de recuperação pós-operatória, a diferença já pode ser percebida no primeiro mês. Porém, o resultado final é sentido três a seis meses após a operação. A rinoplastia é um procedimento cirúrgico que exige muita paciência. Os resultados geralmente aparecem ainda no terceiro mês e até mudam depois de um ano ou mais.

Pode-se concluir que a rinoplastia é um procedimento que pode trazer diversos benefícios para o paciente. O importante é escolher o cirurgião mais capacitado para isso e, claro, experiente. O paciente deve estar confiante, ter todas as suas questões respondidas, assim como ter a certeza de que será atendido da melhor maneira.

Especialista em rinoplastia

O dr Iran Sanches é especialista em rinoplastia, com experiência de muitos anos em cirurgia plástica e foco em rinoplastia. Entre em contato com nossa equipe e agende um horário, estamos à sua disposição para tirar todas as suas dúvidas e a realizar seu sonho da rinoplastia.

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.