Rinoseptoplastia

A rinoseptoplastia combina a correção da estética nasal, promovida pela cirurgia de rinoplastia, com a cirurgia de septoplastia, que corrige o desvio de septo. Desse modo, o paciente tem grande melhoria respiratória, qualidade de vida, recupera a autoestima e confiança com a sua própria aparência. Conheça mais sobre a rinoseptoplastia!

O que é?

É um procedimento que associa correções estéticas e funcionais no nariz. A rinosseptoplastia trata o desvio de septo e promove a harmonia do nariz com os demais traços faciais, entregando resultados muito completos e satisfatórios ao paciente.

Quais os benefícios?

Pela junção dos procedimentos funcionais e estéticos, além de aproveitar a mesma anestesia e recuperação no pós-operatório, é muito favorável por oferecer uma grande melhora da estética e harmonia do nariz, assim como melhora da parte funcional. 

O paciente terá um nariz mais bonito e harmônico e irá respirar melhor, vai viver com mais qualidade e ser mais feliz.

Essa cirurgia pode ser indicada ao paciente que possui obstrução na passagem de ar em uma ou nas duas narinas, dificultando a respiração, por essa razão diz-se problema funcional. Quando além da queixa respiratória, o paciente se sente incomodado com a aparência do nariz é feita essa associação. 

Não tem indicação quando o desvio de septo é leve e não provoca obstrução ou quando essa dificuldade na passagem de ar tem outra causa, como por exemplo, rinite que passa a impressão de nariz entupido pelo tamanho anormal dos cornetos nasais. Assim, o indicado é tratar com medicação antes de intervir cirurgicamente.

Tem duração média de 2 horas, é feita sempre com anestesia geral. Quanto aos métodos de execução a rinosseptoplastia se parece bastante com a rinoplastia. Pode ser realizada por meio de duas técnicas, denominadas aberta ou fechada. 

A técnica aberta proporciona uma visão maior das estruturas do nariz, pois é feita uma incisão na parte inferior do nariz e a pele é levantada. Na técnica fechada todas as incisões são feitas internamente, praticamente sem cicatriz externa, no entanto a visão é reduzida e as modificações possíveis são menores que no método aberto. Nos dois casos, primeiramente é tratado o desvio de septo e depois são realizadas as intervenções estéticas no nariz.

Costuma ser bem tranquilo, sem dor. Nos primeiros dias após a cirurgia, pode ocorrer uma sensação de nariz obstruído, isso é totalmente normal.  O surgimento de hematomas e inchaço, chamado de edema, na região em volta do nariz também é comum, em razão da intervenção cirúrgica recente.

O paciente deverá permanecer somente com o curativo externo durante uma semana, em média, para ajudar a moldar o novo nariz, estabilizando a sua estruturação e também protegendo-o contra traumas. Tampões internos já não são utilizados.

Siga-nos nos Instagram: