Lipoaspiração

O desejo de eliminar gordura localizada e definir melhor a silhueta são objetivos comuns para mulheres e homens atualmente. Uma das cirurgias estéticas mais procuradas e indicadas para esses propósitos é a lipoaspiração, procedimento no qual a gordura é removida por sucção e pode ser realizada em várias regiões do corpo. Conheça mais sobre a lipoaspiração!

Lipoaspiração

O que é?

A cirurgia de lipoaspiração é destinada a remoção de gordura localizada, realizada através de um procedimento de sucção.

A lipoaspiração pode ser realizada no abdômen, nas coxas, flancos, costas, braços, pernas e também no pescoço, na região conhecida como papada.

Quando a cirurgia de lipoaspiração é indicada?

Esse procedimento é indicado para pacientes que apesar de terem uma vida ativa, com prática regular de exercícios e alimentação saudável não conseguem eliminar a gordura em algumas partes do corpo.

A lipoaspiração também pode ser a resolução para queixas dos pacientes que possuem alguma região do corpo desproporcional em razão dos depósitos de gordura, o que pode abalar muito sua autoestima. 

Não é indicada se a queixa estiver relacionada à flacidez e excesso de pele. Como outra cirurgia estética, desde que o paciente esteja em boas condições de saúde, é possível realizar a lipoaspiração.

Em alguns casos o paciente pode perder peso, mas a lipoaspiração não tem objetivo de emagrecimento. É um procedimento pontual que remove a gordura localizada, seus resultados devem ser mantidos com associação de dieta saudável e atividade física. 

A anestesia utilizada para a lipoaspiração pode ser local ou geral, isso depende do local a ser aspirado, bem como se ela será realizada em associação com outros procedimentos cirúrgicos.

O cirurgião plástico através de uma incisão feita na área que é aspirada, auxiliado por cânulas, realiza a sucção dos depósitos de gordura. É um procedimento considerado complexo e deve ser realizado por um cirurgião plástico com longa experiência em lipoaspiração.

O pós-operatório de lipoaspiração depende da extensão da área aspirada e da reação de cada organismo. Em média, após uma semana do procedimento o paciente já pode retornar à suas atividades rotineiras, tendo alguns cuidados.

Dentre as recomendações estão manter o repouso nas primeiras 72 horas, uso da cinta por um mês, alimentar-se de comidas leves, ingerir muitos líquidos e isotônicos, movimentar as pernas e não se manter na mesma posição por muito tempo. 

Sessões de drenagem linfática também são boas aliadas para acelerar a recuperação e diminuir inchaço, mas o principal durante o pós-operatório é seguir todas as orientações do cirurgião plástico corretamente.

Siga-nos nos Instagram: