Facelift

O processo natural de envelhecimento causa flacidez de pele e músculos faciais, bem como perda de volume na face. A cirurgia de facelift promove excelentes resultados no levantamento desses tecidos e é indicada para pacientes com idade mais avançada ou significativa flacidez facial. Conheça mais sobre a cirurgia de facelift!

Foto doutor desenhando rosto de uma mulherpara cirurgia de rejuvenescimento facial

O que é?

Os sinais de envelhecimento são mais facilmente identificáveis no rosto, a flacidez da pele, redução da tonicidade muscular e gordura distribuída irregularmente pela face, além das rugas e sulcos podem conferir ao paciente um ar cansado e até mesmo triste. 

Nesses casos, o cirurgião plástico pode indicar a cirurgia de facelift, também conhecida como lifting facial ou minilift. Por meio dessa cirurgia é possível promover a amenização desses sinais de envelhecimento no rosto e pescoço que tanto incomodam. 

Quais os benefícios?

Os sinais de envelhecimento são mais facilmente identificáveis no rosto, a flacidez da pele, redução da tonicidade muscular e gordura distribuída irregularmente pela face, além das rugas e sulcos podem conferir ao paciente um ar cansado e até mesmo triste. Nesses casos, o cirurgião plástico pode indicar a cirurgia de facelift, também conhecida como lifting facial ou minilift. Por meio dessa cirurgia é possível promover a amenização desses sinais de envelhecimento no rosto e pescoço que tanto incomodam.

A duração desse procedimento costuma ser entre 4 a 5 horas e a internação pode ser de 12 horas a 1 dia.  Pode ser realizado com anestesia local e sedação ou geral. 

O cirurgião plástico irá descolar a pele flácida do rosto, assim como também descolará a musculatura e reposicioná-la, levantando em pontos estratégicos e removendo o excesso para tratar a flacidez e promover o rejuvenescimento.

Os aspectos que afetam o envelhecimento facial são originados de diversas formas, entre eles exposição prolongada ao sol sem proteção adequada, redução do colágeno na pele, poluição, fatores genéticos, uso abusivo de cigarro e álcool, descuido com a pele, entre outros.

Por se tratar de uma cirurgia com foco no rejuvenescimento do paciente, é recomendada para pacientes que tenham uma idade mais avançada ou que apresentem um grau de flacidez muito elevado. 

Costuma ser indicada para pacientes acima dos 40 anos, pelo menos, para os quais técnicas de menor índice invasivo não atingem os resultados almejados.

As cicatrizes se iniciam na parte anterior a orelha e contornam por baixo acompanhando a linha do couro cabeludo, podem estar localizadas também nas têmporas. Isso dependerá bastante da técnica empregada pelo cirurgião plástico na realização do procedimento e das regiões que serão abordadas pela cirurgia de facelift. 

As cicatrizes ficam mais evidentes nos primeiros meses após o procedimento, mas são facilmente disfarçadas com maquiagem e penteados e tendem a clarear e suavizar no decorrer do tempo.

Após a realização da cirurgia, logo nos primeiros dias, é comum que a paciente tenha hematomas e certo grau de inchaço decorrentes da intervenção cirúrgica recente. O desconforto pode ser amenizado com analgésicos e anti-inflamatórios, receitados pelo cirurgião plástico.

A recomendação é que a paciente não durma de bruços e deixe a cabeça em posição mais elevada, isso ajuda a reduzir o inchaço no rosto. Mexer nas cicatrizes também é contraindicado, assim como o uso de produtos como cosméticos e cremes faciais, pelo período de mais ou menos 7 dias.

Uma grande aliada nesse momento de pós-operatório é a drenagem linfática, o cirurgião plástico costuma indicar as sessões após 72 horas da cirurgia. Além desses pontos que citamos, a paciente deve manter o repouso pelos dias orientados e evitar movimentações bruscas nesse período. 

Exposição ao sol e exercícios físicos devem ser evitados. O sol somente após 3 meses da realização da cirurgia e atividade física somente após pelo menos 1 mês. 

No pós-operatório de facelift ou de qualquer outra cirurgia plástica, os resultados também dependem do paciente e de seu comprometimento em comparecer aos retornos cirúrgicos e cumprir as orientações do cirurgião plástico corretamente.

Siga-nos nos Instagram: