Cuidados na recuperação da lipoaspiração

Tempo de leitura: 1 minuto

Após a cirurgia de lipoaspiração, a recuperação deve ser feita seguindo todas as orientações médicas. Afinal, esta fase é tão importante que se não for feita corretamente pode impactar diretamente no resultado final da sua cirurgia de lipoaspiração. Entenda agora quai os cuidados na recuperação da lipoaspiração!

Finalizando o procedimento, o paciente deve permanecer internado por cerca de 24 horas, pois isso garante a estabilização do quadro do paciente, antes da alta médica. Caso não tenha nenhuma intervenção, é possível obter alta no mesmo dia.

Durante todo o período de recuperação da cirurgia, é comum que haja desconfortos ao movimentar a área operada. No entanto, as dores são controladas por meio de remédios analgésicos prescritos pelo próprio médico.

Recuperação da lipoaspiração:  cuidados pós operatório?

Um dos principais cuidados no processo de recuperação da lipoaspiração, inclui o uso de cinta modeladora durante 3 meses após a realização do procedimento. Essa cinta visa alcançar resultados mais satisfatórios. Ela é indicada para reduzir o inchaço e melhorar a modelação da área operada.

Além disso, um outro cuidado muito importante no pós operatório é a realização de sessões de drenagem linfática. Afinal, a drenagem auxilia na melhora o inchaço e diminui a chance de fibroses.

O tempo de recuperação da lipoaspiração pode levar algumas semanas. Portanto, após a cirurgia é comum sentir muita dor, aparecer hematomas e inchaço na área que foi operada.

Veja também: Lipoaspiração: um dos procedimentos mais realizado no Brasil

Conte com o Dr. Iran Sanches

Conheça o Dr. Iran Sanches e tenha todos os benefícios deste método à sua disposição!

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.