Conheça a Lipoaspiração Masculina

Tempo de leitura: 6 minutos

A pressão pelo corpo considerado perfeito é muito maior entre as mulheres. Entretanto, a preocupação em melhorar a estética corporal está cada vez mais comum entre os homens também. Por isso, a busca masculina por procedimentos estéticos aumentou consideravelmente, como é o caso da lipoaspiração masculina.

Muitos homens, mesmo fazendo atividade física, dieta e reeducação alimentar acabam se incomodando com a gordura no abdome e os “pneuzinhos”. Assim, eles procuram pela lipoaspiração masculina, cujo objetivo é eliminar essas gorduras localizadas.

Lipoaspiração masculina: como funciona?

A lipoaspiração masculina está entre as 5 cirurgias plásticas mais procuradas pelo público masculino brasileiro, juntamente com o transplante capilar, da ginecomastia e da rinoplastia.

O organismo masculino produz o cortisol e, dessa forma, a lipoaspiração masculina traz resultados mais surpreendentes do que a feminina. Tal hormônio facilita a estocagem de gordura por deixar as células adiposas mais receptivas. O cortisol também é responsável por reduzir inflamações, controlar o estresse e até mesmo contribuir para o funcionamento correto do sistema imune.

Assim, a lipoaspiração masculina remove o tecido adiposo, localizado entre a pele e a musculatura, mantendo uma fina camada que sustenta e evita a flacidez. O procedimento cirúrgico é feito por meio de pequenas incisões para que as cânulas finas sejam introduzidas na região. A gordura é aspirado através dessas cânulas que são conectadas a um aparelho.

É válido ressaltar que a lipoaspiração masculina não é um tratamento para a obesidade.

Benefícios da lipoaspiração masculina

Conforme os homens envelhecem, as áreas de gordura costumam ficar acumuladas, especialmente na região do peito, pescoço e abdômen. Normalmente, essa gordura acaba não sendo eliminada, mesmo que o homem adote uma dieta saudável e faça exercícios físicos regularmente.

Dessa forma, é aqui que a lipoaspiração masculina entra, mantendo as características de cada paciente e levando em consideração o biotipo masculino. Isso porque um dos principais benefícios da lipoaspiração masculina é de dar uma melhor definição para a região abdominal.

Quando a lipoaspiração masculina é indicada?

A lipoaspiração, assim como a lipoescultura, pode ser indicada sempre que houver um excesso de gordura localizada. Isso, é claro, desde que haja uma boa elasticidade de pele na região a ser realizada a cirurgia. Ou seja, a lipoaspiração masculina é indicada para os homens que queiram remover o acúmulo de gordura.

Cabe lembrar, no entanto, que o volume retirado é limitado. Assim, a cirurgia não objetiva auxiliar na perda de peso. Ela é indicada para modelar o contorno corporal. Por esse motivo, os homens que querem se submeter à lipoaspiração não podem estar muito acima de seu peso ideal. Também é importante salientar que, após o procedimento, o paciente deve ter um estilo de vida saudável, evitando engordar e, consequentemente, prejudicar o efeito da lipo.

Tipos de gordura

Não é toda gordura que pode ser aspirada em uma lipo. Por isso, é importante saber a diferença entre a gordura subcutânea e a visceral:

Gordura subcutânea

Localizada abaixo da camada da pele, a gordura subcutânea esconde os músculos abdominais. Assim, ela pode ser pega com os dedos quando se belisca a região da barriga. Esse tipo de gordura não indica nenhum perigo para a saúde e, dessa forma, pode ser retirada durante a lipo.

Gordura visceral

Esse é o tipo de gordura predominante na maioria dos casos e não pode ser removida através da lipoaspiração. Dessa forma, antes de pensar em fazer a cirurgia, um médico cirurgião deverá realizar uma avaliação.

Como a gordura visceral fica entre os órgãos do corpo, não é possível segurá-la com os dedos. Esse tipo de gordura afeta negativamente a saúde, ocasionando diversos problemas, como a inflamação nos órgãos.

Quais são as áreas preferidas para a lipoaspiração masculina?

Na maioria dos casos, a lipoaspiração masculina é procurada por homens que querem definir o abdômen e retirar o excesso de gordura das mamas e dos flancos. Através dessa técnica, também é possível modelar a cintura, eliminar os pneuzinhos, melhorar o contorno do dorso, da região peitoral e dos braços.

Além disso, cada vez mais os homens buscam corrigir a papada por meio da lipoaspiração masculina.

Diferenças entre lipoaspiração masculina e feminina

As técnicas em si não têm nenhuma diferença, sendo igual tanto para a lipoaspiração masculina quanto para a feminina. O material usado e a conduta cirúrgica também são os mesmos.

Entretanto, o que muda são os resultados e o senso estético que deve ser respeitado. Isso porque o contorno corporal dos homens não apresentam tantas curvas quanto os que as mulheres buscam com o procedimento. Ou seja, o cirurgião deve respeitar o biotipo adequado para cada paciente.

A lipoaspiração masculina, dessa forma, tem o intuito de deixar o homem com forma atlética. Isso quer dizer abdômen definido, cintura reta e ombros e tórax largos.

Exames pré-operatórios

Antes de qualquer procedimento cirúrgico, o médico deve solicitar alguns exames para avaliar o estado de saúde do paciente e se ele está apto a passar pela cirurgia. Essa é uma forma de verificar se não existe qualquer problema de saúde que possa causar alguma complicação ou interferir na segurança. Alguns dos exames que podem ser pedidos são:

Exame de sangue;
Eletrocardiograma;
Radiografia de tórax;
Ultrassom da região;
Doppler das pernas;
Urina de rotina e urocultura.

Como é a recuperação?

Com o objetivo de comprimir a pele e evitar a retenção de líquidos, podem ser usadas malhas de compressão ou até mesmo bandagens elásticas na região da cirurgia. Um dreno também pode ser utilizado para remover o excesso de líquidos. Ter esse cuidado é extremamente vital para a melhor recuperação.

Após a alta hospitalar, o paciente deve seguir alguns cuidados. É muito importante seguir as recomendações de seu médico, pois pode variar de acordo com cada caso. É comum que, durante o período de recuperação, o corpo apresente edemas, ou seja, inchaços. Sessões de drenagem linfática manual, bem como algumas medicações podem ser indicadas para minimizar esse efeito.

Principalmente quando a lipoaspiração masculina é na região do abdômen, a cinta cirúrgica ajudará a comprimir a região, devendo ser usada por 30 dias mais ou menos. Evitar cigarro, beber água e se alimentar direito são apenas alguns dos cuidados que devem ser tomados pelos pacientes.

Dr. Iran Sanches

Conheça o Dr. Iran Sanches e tenha todos os benefícios deste método à sua disposição! Entre em contato conosco e agende sua cirurgia de Lipoaspiração.

Cirurgias Faciais, Cirurgias Corporais e Procedimentos Estéticos - Dr. Iran Sanches

CRM – 64705
Cirurgia Geral RQE – nº 13043
Cirurgia Plastica RQE –  nº 13401

Especialista em Rinoplastia e Cirurgia Plástica
Formado em Medicina em 1987 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu residência de Cirurgia Geral credenciada e reconhecida pelo MEC em 1989 e em Cirurgia Plástica em 1992, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Já em 1992 foi aprovado em exames de provas e de curriculum, tendo recebido Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, registrado pelo CREMESP, e pelo Conselho Federal de Medicina.

Em 1996 realizou curso de Cirurgia Plástica na New York University e no Manhattan Eye, Ear & Throat Hospital.
Em 2003 cursos no Mount Vernon Hospital, Northwood e no St. Thomas Hospital em Londres. Em 2012 no Lenox Hill Hospital em NY fellowship em cirurgia facial e foco em rinoplastia. Complementação da formação no Langone Medical Center da New York University.

Em 2016 ascensão a Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com a apresentação do trabalho “Rinoplastia: Uma análise retrospectiva”. Esse trabalho científico é baseado na análise de 775 pacientes submetidos a Rinoplastia, entre 1993 e 2015, revelando importantes aspectos dessa casuística.

Anatomista convidado para ministrar vários cursos no MARC (Miami Anatomical Research Center) em anatomia associada a cirurgia facial e procedimentos faciais minimamente invasivos.

Participando com frequência de congressos científicos nacionais e internacionais, se mantem sempre atualizado com as últimas técnicas e procedimentos em Cirurgia Plástica, para proporcionar o melhor tratamento aos pacientes, sempre dentro de altos critérios ético-científicos.